7 inovações sociais são apresentadas em evento final do programa Grow2Impact Edição 3

     

Sete organizações sociais de diferentes regiões do Brasil apresentaram na noite de 15/02, em São Paulo, modelos inovadores de negócios sociais capazes de trazer soluções sistêmicas e de impacto social para desafios do desenvolvimento. A iniciativa fez parte do evento final do programa Grow2Impact, realizado pela Ashoka Brasil. A iniciativa foi idealizada para que empresas, governos e investidores interessados no setor conhecessem novas soluções de impacto para problemas sociais e ambientais.

Em sua terceira edição, o Grow2Impact reuniu ao longo de um ano empreendedores sociais, empresas, investidores e mentores para criarem em colaboração estratégica, produtos e serviços para alavancar o impacto social de diferentes iniciativas.

“O Grow2Impact é uma metodologia inovadora que representa um mecanismo de colaboração entre setor privado e social para impulsionar soluções de impacto social. Ele atende uma tendência do segmento que é o interesse pelo modelo de negócio social, partindo da necessidade de unir expertise. A colaboração entre os setores é a chave para uma mudança da sociedade”, afirma Deise Hajpek, coordenadora de redes de empreendedores sociais e parcerias institucionais na Ashoka Brasil.

O Grow2Impact é uma metodologia que abriga diferentes teorias e ferramentas que abordam do desenvolvimento individual ao organizacional, utilizando conteúdos como design thinking, formação continuada em estratégia, cultura organizacional e desenvolvimento de liderança para o alcance de resultados concretos. O objetivo é alavancar impacto de forma sustentável financeira e organizacional.

O Programa já contou com a participação de 22 organizações sociais de 11 estados brasileiros, capacitou diretamente 75 líderes e gestores e indiretamente 140 membros dessas organizações.

Sobre os empreendedores(as) sociais

Maria do Socorro Mendonça

 Instituto Nossa Ilhéus

Promoção do acesso a serviços públicos com informação qualificada, transparência e canais de comunicação abertos para receber avaliação dos serviços prestados, via plataforma online “Mais Ilhéus”, com foco inicial em cidadãos urbanos de Ilhéus na faixa de 15 a 24 anos.

Tião Alves

SERTA

Desenvolver a escala da tecnologia Serta UV, filtro para tratamento e purificação de água para o consumo humano, garantindo acesso à água tratada, de baixo custo e fácil manutenção, para combater o problema do consumo de água contaminada e riscos à saúde para a população em geral, no semiárido e em outras regiões.

Vera Cordeiro

Saúde Criança

Adaptação da metodologia do Saúde Criança para aumentar escala, combinando tecnologia e linguagem simplificada, com os mesmos resultados de eficiência e eficácia do método, de forma a ampliar o impacto de mais famílias e crianças doentes em situação de vulnerabilidade social, através do aplicativo “Família Saudável, Planeta Sustentável”.

Lilian Prado

Acreditar

Curso de educação financeira como estratégia de conscientização e empoderamento de jovens e adultos, para gestão financeira pessoal e despertar empreendedor de forma sustentável, reunindo práticas que abordam a experiência de vida, referências locais, metas e estratégias para realização de sonhos.

Erika Foureaux

Noisinho da Silva

O OPEN “O Prazer É Nosso” é uma tecnologia móvel de baixo custo para impulsionar um movimento capaz de unir jovens com e sem deficiências em torno da diversão, partindo do entretenimento, para proporcionar a troca de experiências e tirar jovens com deficiência da invisibilidade e do isolamento, celebrando a diversidade e a amizade.

Vera Barbosa

Instituto Movere

Disseminar o conhecimento sobre alimentação e vida saudável de forma prática e acessível financeiramente para a população, através do aplicativo Movere + Saúde ;-) que conecta consumidor com vendedor e dá dicas sobre alimentação saudável, receitas, reaproveitamento de alimentos e exercícios.

Jerônimo Villas-Boas

Kamboas Socioambiental

Fortalecimento da cadeia produtiva da meliponicultura - a criação de abelhas nativas sem ferrão - nas terras indígenas de Aracruz (ES), por meio de um calendário interativo que organiza as atividades de manejo, compatibilizando o ofício de produzir mel com o desenvolvimento de outras atividades de subsistência, essenciais à sustentabilidade dessas comunidades em seu território.

 

Quer saber mais sobre o programa e os Empreendedores Sociais? Acesse aqui

Parceiros e Apoiadores

Leia mais sobre o Grow2Impact na mídia

Apps de saúde e cidadania e outras iniciativas buscam investimentos - Folha de S. Paulo

Ashoka Brasil cria iniciativa para impulsionar negócios sociais – Estado de S. Paulo 

Empreendedores sociais inovam seus negócios em iniciativa da Ashoka- Folha de S. Paulo