Prêmios Empreendedor Social e Folha Empreendedor Social de Futuro estão com as inscrições abertas

A 12ª edição do concurso mais importante e respeitado da América Latina, Prêmio Empreendedor Social  – voltado a brasileiros idealizadores de iniciativas socioambientais inovadoras com mais de três anos de atuação – está com as inscrições abertas até 1º de maio. Criada pela Folha de S. Paulo e Fundação Schwab, a premiação reconhece iniciativas em áreas como Educação, Saúde e Meio Ambiente.

Os empreendedores de até 35 anos, gestores de negócios que estão em fase inicial (de um a três anos), podem concorrer ao 8º Prêmio Folha Empreendedor Social de Futuro. As inscrições para ambas premiações podem ser feitas pelo sitefolha.com.br/empreendedorsocial

Principal concurso de empreendedorismo socioambiental da América Latina e um dos mais concorridos do mundo, o Prêmio Empreendedor Social chega à 12ª edição. Criada em 2005 pela Folha de S. Paulo e Fundação Schwab, a premiação está com as inscrições abertas até 1º de maio para criadores de projetos inovadores, com mais de três anos de atuação, em áreas como Saúde, Educação e Meio Ambiente. Os gestores de negócios e líderes sociais que estão em fase inicial da iniciativa (de um a três anos), por sua vez, podem se inscrever para a 8ª edição do Prêmio Folha Empreendedor Social de Futuro.

Prêmio Empreendedor Social tem o objetivo de selecionar, premiar e fomentar os líderes socioambientais mais empreendedores do Brasil, que desenvolvam há mais de três anos iniciativas inovadoras, sustentáveis e com comprovado impacto socioambiental. Além de projetar nacional e internacionalmente esses líderes, a Folha de S. Paulo e a Fundação Schwab – correalizadora do Fórum Econômico Mundial de Davos e idealizadora da premiação no mundo – oferecem um alto nível de qualificação e networking, viabilizando aos premiados a conquista de maiores e melhores indicadores em sustentabilidade, impacto social direto e indireto, influência em políticas públicas e escalabilidade para seus projetos. De 2005 a 2015 o Prêmio Empreendedor Social contou com 2.517 inscritos.

“Ao longo dos últimos 11 anos, a Folha tem se empenhado em selecionar líderes que se dedicam a encontrar soluções para problemas sociais relevantes, premiando e dando visibilidade a projetos de impacto em áreas estratégicas para o país, como moradia, educação e melhoria da gestão pública”, afirma Sérgio Dávila, editor-executivo da Folha de S. Paulo.

Segundo Marisol Argueta, chefe para América Latina do Fórum Econômico Mundial – organização irmã da Fundação Schwab –, empreendedores extraordinários foram descobertos no Brasil a partir da iniciativa. “São pessoas que superaram enormes desafios para levar dignidade, oportunidades e melhorar a qualidade de vida de cidadãos brasileiros necessitados”, afirma, Hoje, a Fundação Schwab gere a maior rede de empreendedores sociais do mundo; mais de 320 organizações sem fins lucrativos, atuando em mais de 60 países em questões como energias renováveis, água e saneamento, inclusão financeira, emprego, acesso à saúde e educação. 

Folha Empreendedor Social de Futuro, por sua vez, é dedicado aos líderes sociais de até 35 anos que estão à frente de iniciativas mais recentes, com um a três anos de atuação. Criada pela Folha de S. Paulo em 2009, essa premiação utiliza os mesmos parâmetros internacionais da Schwab para avaliar e contemplar propostas inovadoras que ainda precisam de visibilidade e de capacitação para aumentar sua atuação e influência.

Os prêmios contam com o patrocínio da Coca-Cola, IEL (Iniciativa da CNI - Confederação Nacional da Indústria) e têm a TAM como transportadora oficial e parceria estratégica do UOL, Fundação Dom Cabral e ESPM, além de 24 parceiros institucionais e de divulgação.

 

VENCEDORES DA EDIÇÃO 2015

O empreendedor social Sergio Andrade, fundador da Agenda Pública, foi o vencedor da 11ª edição do Prêmio Empreendedor Social. A iniciativa dissemina boas práticas de gestão e de cidadania em municípios impactados por grandes obras. Na prática, a Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP) tem como objetivo aprimorar a gestão pública, a governança – além de incentivar a participação social em localidades impactadas por grandes obras.   

O vencedor da sétima edição do Prêmio Folha Empreendedor Social de Futuro foi Fernando Assad, do Programa Vivenda – um negócio de impacto social destinado a tornar reformas estruturais acessíveis para a baixa renda. Ao realizar obras de baixa complexidade e alto impacto social, Vivenda busca reduzir o déficit habitacional qualitativo –, ou seja, a inadequação de moradias, que compreende hoje cerca de 11 milhões de lares no Brasil. 

O advogado e fotógrafo Luís Salvatore, que promove caravanas para transformar o Brasil a partir da escola, foi o vencedor na “Escolha do Leitor”. Ele está à frente do Instituto Brasil Solidário (IBS), que tem por missão "contribuir para a construção de uma educação de qualidade, a modernização do ensino, o desenvolvimento sustentável e a aproximação entre comunidade escolar e poder público por meio de programas de formação e apoio que motivem, mobilizem e fomentem o protagonismo social de educadores e alunos como agentes de transformação local". Para isso, atua em municípios de até 100 mil habitantes com baixo IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) – em especial nas regiões Nordeste e Norte.

BENEFÍCIOS DA PREMIAÇÃO EM 2016

Os vencedores e finalistas dos Prêmios Empreendedor Social e Folha Empreendedor Social de Futuro terão os perfis publicados em caderno especial – que circula nacionalmente na Folha de S. Paulo – e no site da Folha. Todos os selecionados receberão um kit com um extenso e completo relatório de avaliação, segundo os exigentes critérios das premiações, além de fotografias e vídeo jornalísticos sobre o trabalho, para uso livre de divulgação. 

É oferecido aos vencedores e finalistas um pacote de benefícios que inclui assessoria jurídica e de gestão, bolsas de estudo para instituições respeitadas internacionalmente, como Harvard, e nacionalmente, como Fundação Dom Cabral e ESPM, mais participação em congressos e seminários no Brasil e no exterior. O total de benefícios supera os R$ 300 mil, conforme regulamento disponível no site http://www1.folha.uol.com.br/empreendedorsocial/  

Um dos finalistas dos dois prêmios ainda pode concorrer à premiação “Escolha do Leitor”, em que o público vota pela internet no projeto de sua preferência. Os finalistas serão conhecidos em outubro e a premiação ocorrerá em novembro.

Os vencedores de ambas as premiações serão convidados a integrar a Rede Folha de Empreendedores Socioambientais, um seleto grupo de líderes sociais brasileiros altamente inovadores que interagem constantemente com apoio, fomento e divulgação da Folha de S. Paulo. 

A Ashoka Brasil é parceira institucional dos Prêmios Empreendedor Social e Folha Empreendedor Social de Futuro.