Quem Somos

A Ashoka é uma organização mundial, sem fins lucrativos, pioneira no campo da inovação social, trabalho e apoio aos Empreendedores Sociais – pessoas com ideias criativas e inovadoras capazes de provocar transformações com amplo impacto social. Criada em 1980 pelo norte-americano Bill Drayton, a Ashoka cunhou o termo Empreendedorismo Social e o caracterizou como campo de trabalho. Seus primeiros focos de atuação foram Índia e Brasil e hoje está presente em mais de 85 países. Todos os Empreendedores Sociais da Ashoka são eleitos por um rigoroso processo de busca e seleção com etapas nacionais e internacionais. Estes empreendedores sociais são líderes no campo em que atuam e estão influenciando políticas públicas a fim de realizar mudanças sistêmicas. 

Ao se tornarem Fellows Ashoka, os empreendedores sociais integram uma rede mundial de intercâmbio de informações, colaboração e disseminação de iniciativas inovadoras, composta hoje por mais de 3.000 empreendedores. No Brasil, já foram eleitos mais de 370 empreendedores sociais de todas as regiões do país. Graças ao rigoroso e qualificado processo de seleção voltado para a busca permanente por inovação, ao apoio dado aos empreendedores sociais nos diferentes estágios de desenvolvimento de suas ideias e ao investimento realizado em pessoas, e não em projetos, a Ashoka se faz uma organização única, diferenciada no contexto do setor social no Brasil e no mundo. De acordo com um recente estudo publicado pelo The Global Journal, a Ashoka está entre as 20 ONGs mais influentes do mundo. Em 2006 e 2014, Muhammad Yunus e Kailash Satyarthi, Empreendedores Sociais Ashoka, receberam o Prêmio Nobel da Paz por suas consistentes e reconhecidas ações transformadoras a fim de resolver os problemas existentes no mundo. Em 2015, Bill Drayton, fundador e CEO da Ashoka, foi eleito um dos 100 líderes visionários pela Real Leaders.

Com mais de três décadas de experiência em análise de tendenciais sociais, a Ashoka tem a visão de um mundo onde “Todos Podemos Ser Agentes de Transformação - Everyone A Changemaker”, em consonância com uma sociedade que responde rapidamente e de maneira eficaz aos desafios sociais propondo soluções e alcançando mudanças positivas. Dessa forma, a Ashoka identificou um conjunto de habilidades transformadoras que acredita serem necessárias para que as pessoas se tornem agentes de transformação ou “changemakers”: empatia, trabalho entre equipes, liderança compartilhada e ação transformadora. A Ashoka está apoiando o desenvolvimento dessas habilidades tanto nas escolas quanto com o setor privado e os empreendedores sociais para que todas as pessoas sejam agentes de transformação.

Empreendedores Sociais Ashoka

Origem do nome

Em sânscrito, língua indo-europeia de registro escrito mais antigo, Ashoka significa "ausência de sofrimento". Ashoka foi também o nome de um imperador que governou a Índia durante o século III a.C e é lembrado como um dos maiores inovadores sociais do mundo. Depois de uma guerra pela unificação do país, o imperador Ashoka renunciou à violência e dedicou sua vida à promoção do bem-estar social, da justiça econômica e da tolerância. Em seu governo, instituiu serviços de saúde, lançou um amplo programa de abertura de poços, construiu alojamentos para viajantes e plantou milhares de árvores para fazer sombra nas estradas quentes e de muita poeira da Índia. Seus éditos, gravados em pilares de pedra em todo o império, testemunham sua fé na ética como guia para a ação pública.

Origem do logo

Como logotipo da Ashoka, Bill Drayton escolheu o carvalho, por ser uma árvore forte, resistente à seca e de raízes largas e profundas no solo. Por ser grande, com muitos galhos, oferece muita sombra, sendo comum que os povos se utilizem do espaço abaixo de sua copa como local de reunião.